Páginas

sábado, 25 de junho de 2011

INAUGURAÇAO DA ACADEMIA DO BACALHAU DE PERTH

No Sábado, 5 Março 2011, foi inaugurada na cidade de Perth a 53ª Academia do Bacalhau, sendo a primeira Academia do Bacalhau na Austrália.
Estiveram presentes na sua inauguraçao o Presidente da Academia de Johannesburgo, o compadre Nelson Reis, assim como os representantes da Academia de Pretória e da Madeira, os compadres Ramiro Jorge e António Sales.
Também nos honraram com a sua visita o Senhor Consul Geral de Portugal em Sydney, Dr.Simeão Pinto de Mesquita e o compadre Agostinho Rodrigues, que se deslocou da África do Sul em visita particular.


O Sr José Augusto Madeira, actual Consul-honorário em Perth, foi investido como Presidente da Academia do Bacalhau em Perth.
Sr Madeira discursando na inauguraçao

O Sr Madeira há anos que vinha lutando para formar esta Academia na sua cidade, tendo já participado em alguns congressos noutros países, nomeadamente na reuniao internacional das Academias do Bacalhau em Paris em Outubro 2010.

A cerimónia foi realisada no salao de festas do Clube Portugues em Fremantle.
A RTP Internacional filmou uma reportagem do evento para posterior transmissao. O evento foi abrilhantado pelos artistas de Sydney - Tony Latino (vocalista e viola), Manuel Iria (guitarra Portuguesa) e o fadista Ricardo Silva.


Foi nessa noite também celebrado o 60º ano da chegada dos primeiros emigrantes Madeirenses à cidade de Perth.
No Domingo dia 6, houve um almoço no mesmo local, abrilhantado pelo Quarteto Joao Balula Cid, que toca a bordo do navio Athena que esteve de visita a Fremantle nesse fim de semana.
  
     

Definição da Academia do Bacalhau:



Segundo os "Princípios e Objectivos da Academia", que foram feitos para a Academia Mãe e que foram depois adoptados por todas as outras Tertúlias que sucessivamente se foram criando, a definição de Academia do Bacalhau é a seguinte: 

"Tertúlia de amigos, que se reúne sem finalidades políticas, religiosas ou comerciais." 

Na Academia Mãe sempre se praticou assistência, começando-se logo nos seus primeiros tempos de existência, e o dinheiro, quando necessário, aparecia em cima da mesa dos almoços, contribuindo cada um com o que quisesse e pudesse. 

Ninguém olhava ao que o vizinho dava e o importante era conseguir-se o montante necessário para que, por exemplo, pudesse ser feita a necessária intervenção cirúrgica, se ajudasse uma família carente ou se acudisse a qualquer outro caso imperioso. 

Daqui nasceu o movimento das Academias do Bacalhau, que é hoje constituído por cerca de 50 Tertúlias espalhadas pelos quatro cantos do mundo e todas elas ligadas pelos mesmos princípios de amizade e solidariedade. 

Todas elas apoiam uma ou mais obras de beneficência, desde instituições para a promoção da cultura e língua portuguesa, casas para idosos ou lares da terceira idade, instituições de meninos da rua, etc., etc... 

Realizam-se todos os anos Congressos das Academias do Bacalhau, em sistema rotativo, e por ordem de antiguidade e continentes onde estão localizadas as tertúlias. 

Os congressos são importantes para promover –

a) Comunicação e boa amizade entre as academias e os compadres,
b) Rever os progressos de corrente e futuros projectos das várias academias e os compadres,
c) Rever e aprovar propostas para a abertura de novas academias, e
d) Actualizar as normas das academias. 



3 comentários:

  1. Muito Bom. Já enviei o link ao presidente da Acaemia Mãe.
    Bom trabalho.
    Um Gavião de Penacho

    ResponderEliminar
  2. Parabens e votos de bom trabalho.

    Francisco Vieira

    ResponderEliminar
  3. Muitos parabéns e votos das maiores felicidades à Academia do Bacalhau de Perth.
    Merece redobrados parabéns, por ser a primeira Academia do Bacalhau da Austrália e por ter iniciado um blogue muito interessante, que dá a conhecer e deixa para a posteridade as suas memórias.
    Não pertenço a qualquer Academia do Bacalhau, embora meu marido tenha ido almoçar à de Joanesburgo com um amigo, que veio a falecer em Portugal, o Sr. Carlos Oliveira.
    Há dois anos, também fomos convidados por um amigo para passarmos a festa de Natal na Academia do Estoril, onde encontrámos outros amigos e conhecidos, tendo sido uma noite muito animada e agradável. Tenho guardada a revista onde saíram fotos da ocasião.
    Porém faço parte sim de uma Academia - Ala - Academia de Letras e Artes na minha qualidade de escritora, onde coordenei e estou convidada a coordenar, espetáculos de poesia. Também como académica da referida academia, darei este ano letivo aulas a crianças no projeto Juvenil Achievement of Portugal. Desde 1998 que leciono "dizer POESIA" na Universidade Sénior de Sintra e ter sido convidada para escolas infantis, deixa-me um pouco apreensiva, mas... darei o meu melhor, como sempre, e sei que tudo correrá bem.
    Para vós também, Academia do Bacalhau, tudo o que desejardes fazer bem feito, sairá bem. Força, continuem.

    ResponderEliminar